O Eterno Feminino

Celebra-se hoje mais um Dia Internacional da Mulher. Celebrar a Mulher é homenagear o Eterno Feminino: a maternidade, o esforço, a dedicação, a abnegação, mas também a luta, a afirmação, a coragem.

As mulheres, fruto de uma tenacidade incontestável, continuam a procurar fazer valer o seu lugar. Elas são parceiras efetivas no mundo do trabalho, na esfera política, nas organizações. A Mulher representa o Eterno Feminino, a procura do equilíbrio entre Razão e Emoção.

Num mundo, ainda desigual, as mulheres caminham, lado a lado com os homens, na busca das soluções.

Quando celebramos o Dia Internacional da Mulher, homenageamos a Mãe, a Companheira, a Confidente; homenageamos aquelas que connosco trilham a rota para a construção de uma sociedade mais justa, mais humanizada, mais harmoniosa. Celebramos os afetos e o sorriso; mas também lembramos as lágrimas, não como sinal de fraqueza, mas de emoção real; celebramos a Vida, na sua essência mais profunda.

Neste Dia Internacional da Mulher, muito para além das dificuldades e das injustiças, celebra-se a Humanidade e a Coragem de vencer.

Por isso, e porque continuamos a acreditar nos valores da Igualdade e da Solidariedade, obrigada a todas que, na sua esfera de ação, lutam pela identidade feminina: no mais pequeno gesto, na dádiva, na afirmação.

Paula Simões
Vereadora

TOPO